Possível motivo descoberto? Design agressivo e arriscado pode ser o causador das explosões do Galaxy Note 7 - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

5 de dezembro de 2016

Possível motivo descoberto? Design agressivo e arriscado pode ser o causador das explosões do Galaxy Note 7


Galaxy Note 7: o smartphone que tinha todos os motivos para ser um dos maiores sucessos da Samsung nos últimos anos foi exatamente o oposto do que grande parte da imprensa e dos consumidores imaginava.

Com o aparecimento dos casos de combustão espontânea no momento em que a marca estava mais em evidência - nas Olimpíadas - a Samsung lidou da pior maneira possível: achou que tinha conseguido descobrir o motivo das explosões, realizou um polêmico recall e começou a vender as unidades que ela achava que estavam seguras. Só achava.



Mas, apesar de, até hoje, a Samsung não ter a solução oficial para o problema, parece que o site Instrumental conseguiu achar a causa e ela já era prevista para acontecer.

Como o site afirma, um par de camadas de polímeros banhada em eletrólitos foi usada para separar uma camada positiva feita de óxido de lítio-cobalto de uma camada feita de grafite. Se essas camadas se encontrassem, ou seja, entrassem em contato direto, os eletrólitos simplesmente aqueceriam e poderiam causar uma combustão espontânea em todo o aparelho.

Em uma tentativa para diminuir o tamanho do componente, a Samsung tomou uma atitude extremamente arriscada: forçou a aproximação entre as duas camadas. Assim, usar o smartphone durante uma corrida em um parque, guardá-lo no bolso ou até mesmo durante uma jogatina em um jogo de corrida, já fazia com que elas se aproximassem, causando a explosão. 


Caso o Galaxy Note 7 não tivesse sofrido um recall por causa das baterias explodindo, em alguns anos esses smartphones seriam lentamente destruídos pelo inchaço mecânico de suas baterias. Uma bateria menor usando parâmetros de fabricação padrões poderia ter resolvido esses problemas. Nesse caso, ela tomou um passo deliberado rumo ao perigo e sua infraestrutura de testes e validação de design falhou. Eles enviaram um produto perigoso às lojas.
- avaliam analistas do Instrumental

Como o próprio site afirma, a Samsung foi extremamente irresponsável com o segundo smartphone mais importante da empresa. Ao colocar dois componentes tão próximos, o que, poderia provocar uma combustão espontânea em algum momento da vida do Galaxy Note 7, ela foi imprudente e ignorou a segurança dos seus usuários por alguns centímetros.

Agora, com a imagem arranhada, é necessário que a empresa se reinvente, não no design ou nos aspectos técnicos e sim na maneira descuidada com que ela lidou com o Note 7. Ele deve ser usado, por muito tempo, como o exemplo negativo para tudo que a Samsung queira fazer daqui para frente.

Fonte: Instrumental
Via: Tecmundo
Imagens: Instrumental e Android Pit