Mais casos de combustão e problema sem solução tornam Galaxy Note 7 o maior fracasso dos últimos anos - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

13 de outubro de 2016

Mais casos de combustão e problema sem solução tornam Galaxy Note 7 o maior fracasso dos últimos anos


Em todos esses anos que acompanho o mundo da tecnologia nunca, jamais, presenciei o que está acontecendo com um dos smartphones de maior destaque no mundo da tecnologia. Se em 2012 o aparelho, ainda em sua primeira versão foi, em parte, responsável por records de venda da Samsung, hoje, o aparelho é responsável por um dos maiores fracassos dos últimos anos.

Se no início do Galaxy Note 7 vinha tendo boas vendas, agradando, com isso, a Samsung, principalmente com a pré-venda na Coréia do Sul - foram vendidas 200 mil unidades, o dobro do Galaxy S7 -, bastaram poucas semanas para que todo o esforço de modelagem, produção e marketing fossem jogados no lixo. E o pior: não só a linha Note teve a sua marca manchada: a Samsung está sofrendo sérios danos à sua imagem com toda a repercussão negativa que o seu ex-queridinho Phablet vem tornando.
Desde que o primeiro caso foi revelado ainda em agosto, período em que a marca estava em muita evidência divulgando à todo o vapor o seu outro top de linha, Galaxy S7, durantes as Olimpíadas aqui no Rio de Janeiro, a empresa demorou para tomar as primeiras soluções.

Um recall foi oficializado o que, parecia, naquele momento, ser uma solução eficaz e definitiva para a solução dos problemas, o que não aconteceu. Como você pode conferir aqui no blog, casos de explosão continuam acontecendo.

E o pior: a empresa ainda não sabe o real motivo por trás dos casos de combustão espontânea. Se antes a empresa havia anunciado que o problema era na bateria, agora, segundo o The New York Times, a Samsung ainda parece estar procurando a solução. De qualquer forma, como sabemos, os consumidores não poderão comprar novos Galaxys Note 7, afinal, sua produção foi encerrada e a empresa pediu para que os usuários do aparelho parem, imediatamente de usar o smartphone.

Se já não bastasse isso,analistas recomendam que a Samsung abandone a marca Note, já que é bem possível que o Note 8 herde a má fama da versão anterior. Inclusive, Kim Duk-Jim, presidente do Korea-Insight Institute foi bem enfático em sua fala sobre o futuro da linha

É recomendado que a Samsung abandone a marca Note, pois os consumidores podem continuar achando ele perigoso quando o Note 8 surgir



 Só para se ter ideia da imagem negativa que o aparelho está recebendo vamos ao números: as impressões negativas saltaram de 34% para 53% enquanto as impressões positivas despencaram de 62% 42%, a pesquisa foi realizada entre agosto e outubro, período em que explodiram (literalmente) os casos de combustão.

Com tantos casos de combustão, atrasos para resolver o problema e reincidência nos casos, vai ser muito complicado para a Samsung manter o nome "Note" entre as marcas de aparelho no seu extenso portfólio. Das duas uma: ou a Samsung acaba com a linha Note e cria um outro nome com a mesma proposta ou ela desiste de vez desse segmento e deixa apenas o Galaxy S7 como top de linha.

Fontes: Tecmundo 12 4G NEWS
Imagens: O Sul