26 de maio de 2017


Quando falamos de competitividade no mercado de smartphones, geralmente só citamos as empresas mundialmente conhecidas e renomadas como a Samsung, Apple, Motorola, Lenovo e Nokia, esquecendo muita das vezes as empresas chinesas.

Nos últimos dois anos a Huawei tem mostrado que todas, em específico a Samsung e Apple. precisam prestar muita atenção. O objetivo da chinesa é claro: o topo. Não, você não está lendo errado, é isso mesmo: a empresa pretende se tornar a fabricante que mais vende smartphones em todo o mundo.

Para a infelicidade da Samsung e Apple o objetivo da Huawei parece, ao poucos, cada vez mais perto de se tornar realidade. No primeiro trimestre de 2017 a chinesa conseguiu diminuir a sua distância da Maça e da sul-coreana, crescendo 9.1%, enquanto as duas tradicionais marcas de smartphone tiveram queda no mesmo período, como você confere no quadro abaixo.

É perceptível que a Huawei se aproxima cada vez mais da Apple: poucos são os pontos percentuais de marketshare que as separam. Enquanto a Apple chegou a 51 milhões de smartphones vendidos com 13.7 de mercado a Huawei vem logo atrás com 34 milhões e 9% de marketshare.

Um dos motivos, como você conferiu aqui no blog, é o sucesso que a Huawei tem obtido na China, ir bem nas vendas em um território com mais de 1 bilhão de habitantes ajuda muito. E a parte mais grave para a Apple e a Samsung são os maus resultados que ambas tiveram no território chinês.

A Huawei tem mostrado que não é necessário uma marca forte para o sucesso no mercado de smartphones. Basta ir bem em seu território natal e oferecer preços condizentes com o que é vendido que os consumidores se interessam rapidamente.

Fonte: pplware

Huawei mantém crescimento constante e já começa a preocupar Samsung e Apple

25 de maio de 2017


O investimento em sistemas inteligentes em carros é uma tendência cada vez maior e a HERE acaba de dar um passo bem grande no que diz respeito a parcerias com empresas de automóveis. A partir deste ano, alguns modelos produzidos pela Toyota nos Estados Unidos e Canadá passarão a contar com um sistema de infoentretenimento alimentado por mapas e atualizado em tempo real pela HERE.

Mas afinal, o que tem no sistema? Além de ter acesso a uma ampla rede de dados sobre a região dos EUA e do Canadá chamado Entune 3.0 Premium Audio, o sistema conta com uma orientação mais descritiva, tomando um ponto na via como referência, como "vire à esquerda no posto de combustível".

Infelizmente ainda não há qualquer informação sobre uma possível expansão dessa novidade para modelos Toyota de outros países. Mas, não deixe de acompanhar o Tecno Explore para mais futuro detalhes

Fonte: HERE

Carros da Toyota passarão a contar com um sistema de infoentretenimento da HERE

24 de maio de 2017


A desconfiança era grande: afinal, a HMD, agora nova dona da marca Nokia, tinha um grande potencial em sua mãos mas que com um primeiro passo errado poderia colocar tudo a perder.

Criada 'coincidentemente' no mesmo ano em que a Microsoft poderia licenciar a marca Nokia para outra empresa, a HMD surgiu do nada e começou a receber holofotes digno de gigantes.

Mas, contando com ex-funcionários demitidos pela Microsoft da antiga divisão mobile da Nokia, eles conheciam bem a marca e os desejos dos fãs que a muito tempo desejavam um smartphone da empresa com Android.

Após a apresentação na CES 2017 a HMD anunciou o Nokia 6, primeiro smartphone que daria o ponta pé inicial na nova era. Empolgados, os consumidores simplesmente esgotaram o aparelho toda vez que ele era colocado à venda, impressionando até mesmo a HMD. Foram 250 mil registros de compra em 24 horas e no dia do lançamento o aparelho foi esgotado em apenas 1 minuto.

Aproveitando todo esse hype inicial a HMD foi rápida e logo anunciou o Nokia 5 e o Nokia 3. Mas, o mês de março simplesmente foi abalado com o relançamento do clássico Nokia 3310 que impressionou pelo visual repaginado e por ser simples mas contar com Opera Mini, WhatsApp e Facebook. Resultado? Apesar de ser vendido apenas em lojas físicas, o lançamento na Índia no último dia 18 impressionou e em menos de uma semana o aparelho foi esgotado sendo que a HMD não está dando conta da demanda.

Tendo antigos funcionários como membros e com uma ideia de simplesmente seguir o que os consumidores pedem, a HMD vem, ao menos nesse primeiro momento, administrando muito bem a marca Nokia. Os consumidores estão satisfeitos e as vendas superaram até mesmo as melhores expectativas. A chegada desses novos aparelhos no Brasil tem tudo para ser, no mínimo, impressionante.

Fontes: TudoCelularUOLPPLWare¹PPLWare²Techtudo

HMD afasta desconfiança e smartphones e celulares Nokia já são sucesso de vendas

 
Tecno Explore © 2017 - Designed by Templateism.com