Fracasso do LG G5 mostra que não só de módulos vive o aparelho - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

2 de julho de 2016

Fracasso do LG G5 mostra que não só de módulos vive o aparelho


Com os inovadores módulos, a LG lançou o G5, o seu mais novo flagship. Assim como vários outros sites, na época, elogiei muito o aparelho, principalmente por causa da aposta arriscada da sul-coreana em transformar a nova geração do seu top de linha em um smartphone modular. 

Levando em consideração tantas novidades do aparelho, esperava-se, até então, que ele fosse atrair a atenção do público, principalmente por se tratar de um smartphone que, pela primeira vez, trouxe ao mercado a ideia de um aparelho modular.

Mas não foi isso que aconteceu: depois de todo o 'auê' com o lançamento inicial, a LG viu as vendas do seu novo top de linha caírem bruscamente. No segundo trimestre, por exemplo, o aparelho vendeu 'apenas' 2,2 milhões, ante as 3 milhões de unidades esperadas. Comparando com a versão anterior, a empresa esperava vender, no LG G4 2,6 milhões de unidades, mas, o aparelho vendeu 2,4, o que foi considerado, na época, números decepcionantes.

É notável a queda que o top de linha da LG vem sofrendo versão após versão. Seja por uma estratégia de mercado bem questionável ou por configurações que não agradaram ou chamaram a atenção dos consumidores, a LG está vendendo cada vez menos LG G.

E a empresa está atenta a isso. Tanto que, junto com o anúncio do fracasso de vendas do LG G5, a sul-coreana anunciou uma reestruturação no mobile demitindo alguns dos envolvidos no lançamento do G5. Além disso, a empresa criou o PMO, unidade que será responsável por 'patrulhar' os próximos lançamentos.

Se as vendas do G5 estão fracas internacionalmente mesmo com a venda do aparelho em sua versão full, não será difícil notar uma redução no preço da versão nacional LG G5 SE que, além de contar com um preço absurdamente alto, não conta com as configurações que a LG tanto destacou no seu lançamento oficial. 

É importante que a LG realmente faça essa reestruturação e tente se espelhar mais em lançamento como o LG G2. Nos últimos anos, o mundo da tecnologia já mostrou que nenhuma empresa é imune em sofrer com problemas financeiros por causa de más decisões tomadas.

Fonte da imagem de capa: CNET