Microsoft lança aplicativo Assédio Zero e parceria com a ONU Mulheres - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

3 de junho de 2016

Microsoft lança aplicativo Assédio Zero e parceria com a ONU Mulheres

A Microsoft acaba de anunciar duas iniciativas voltados para o empoderamento da mulher. A primeira é o lançamento do Assédio Zero e o segundo é a parceria da empresa com a ONU Mulheres. Confira, em detalhes, as iniciativas lançadas pela empresa.

Assédio Zero
Em mais uma parceria com o Instituto Eldorado, a Microsoft desenvolveu o aplicativo Assédio Zero, que ajuda as mulheres a identificar lugares com maior índice de assédio e risco de violência. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil.

Com o objetivo e contribuir com o combate á violência contra a mulher, quem acessa o aplicativo, pode posicionar o marcador de localização no mapa e selecionar o tipo de agressão - física ou verbal para que, com os dados coletados, a armazene-os e mostre os mais violentos pontos de cada região. Além disso, elas podem receber mensagens e avisos sobre os ataques em tempo real, um tipo de informação que pode ser muito útil para ações de segurança pública.

Por enquanto, o app está disponível apenas para Android, sendo a sua distribuição para IOS e Windows Phone iniciada em breve. Este aplicativo usa da mesma base tecnológica do Espaço Livre que traça o "mapa da homofobia" a partir de denúncias das próprias pessoas que sofreram ou presenciaram algum tipo de agressão que fere o direito de ir e vir da comunidade LGBT. Para mais informações deste app e links para download, confira a matéria feita pelo blog.

Parceria com a ONU
A Microsoft também anunciou que assinou o documento "Princípios de Emponderamento das Mulheres", uma iniciativa da ONU Mulheres, entidade das Nações Unidas que apoia e promove a igualdade entre gêneros.

Nesses princípios estão um conjunto de recomendações que ajudam empresas a incorporar em seus negócios valor e práticas que visem à equidade de gênero e o empoderamento feminino. A base prática empresarial dele é real e um elemento-chave para promover a igualdade de oportunidades no local de trabalho.

Sendo assim, a Microsoft passa a ter acesso a ama rede de compartilhamento de informações, boas práticas e troca de experiências com outras empresas ao redor do mundo também signatárias do documento.

Atualmente, na Microsoft Brasil, 50% dos estagiários são mulheres, 30% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres e, nas posições que se reportam diretamente para Paula Bellizia, presidente da Microsoft, o índice é de 60%.

Tenho certeza que esta parceria com a ONU Mulheres é um passo importante para alçarmos nossos objetivos e fortalecer o acesso e a valorização da mulher no mercado de trabalho. Essa iniciativa vai além de dar voz às mulheres, ela garante o respeito à pluralidade cultural e humana.  Diversidade gera inovação e precisa estar presente em todos os nossos planos e estratégias de negócios.
Diz Paula Bellizia, presidente da Microsoft.

Veja abaixo os princípios de Emponderamento das Mulheres que conta nesse documento: 

1: Estabelecer uma liderança corporativa de alto nível para a igualdade entre gêneros
2: Tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho - respeitar e apoiar os direitos humanos e a não discriminação
3: Assegurar a saúde, a segurança e o bem-estar de todos os trabalhadores e trabalhadoras
4: Promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional para as mulheres
5: Implementar o desenvolvimento empresarial e as práticas da cadeia de abastecimento e de marketing que empoderem as mulheres
6: Promover a igualdade através de iniciativas comunitárias e de defesa
7: Medir e publicar relatórios dos progressos para alcançar a igualdade entre gêneros


Fonte: Assessoria de Imprensa da Microsoft Brasil