A Microsoft não deveria ter prometido que atualizaria todos os Windows Phone 8.1 - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

23 de março de 2016

A Microsoft não deveria ter prometido que atualizaria todos os Windows Phone 8.1


A atualização do Windows 10 Mobile pode ser considerado um dos projetos mais enrolados que a Microsoft já teve. Depois de rumores e adiamentos o sistema foi lançado em sua versão final, porém, isso está longe de significar que a 'bagunça' terminou.

Desde 2014, quando a comunidade do Windows Phone soube que o Windows 10 Mobile era real e já estava em desenvolvimento, sempre restaram dúvidas quanto a atualização dos aparelhos. Afinal, a empresa prometia a atualização para 2015 e atualizaria aparelhos de 2012, como o Lumia 920.

No final de 2014, o Twitter oficial do Lumia, publicou uma série de twitts respondendo a dúvidas dos usuários informando que todos os aparelhos serão atualizados.

Já naquela época percebe-se que a empresa optou por não divulgar uma nota oficial ou nada do tipo, foram usados meios mais alternativos como divulgação de twittes e declarações extra-oficiais. E é exatamente nesse ponto a que a empresa pecou: não informou os usuários a data. 


E, depois de tanto tempo (mais de dois anos após uma das primeiras declarações da empresa), o sistema chega para apenas 50% dos smartphones com Windows Phone brasileiros. Sim, isso mesmo. a atualização que foi prometida para todos chegou apenas para metade deles.

A empresa, mais uma vez, já disse que talvez ela aumente a lista de aparelhos que receberão a versão final, os que ainda não receberam podem usar o Windows 10 Mobile Preview, e só. Na lista oficial dos aparelhos que receberam a atualização, não consta nenhum aparelho com 512 de Ram, ou seja, adeus Lumia 520.

O que vemos aqui é uma repetição do cenário de 2013. Se naquele momento os protagonistas eram os Lumias 710,800 e 900, hoje temos excelentes smartphones como o Lumia 920 que ficaram a ver navios. Naquela época a justificativa usada era a de que o Kermel do sistema havia mudado, o que exigiria, também, uma atualização do hardware. 

O Windows 10 Mobile, é sem sombra de dúvida, a maior atualização que a plataforma já recebeu em toda a sua história. O que espanta é a Microsoft ter manchado a sua reputação prometendo a atualização para grande parte dos aparelhos e não entregar algo nem perto disso.

É inadmissível o que está acontecendo no Windows Phone, a Microsoft sempre deu a imagem de que não queria que o seu sistema fosse igual a criticada fragmentação do Android, mas acabou pior ainda já que o Lumia 520 é o Windows Phone mais vendido do mundo e vai ficar sem receber a atualização.

Concordo que os aparelhos seja fraco, mas não deveria ter dado esperanças para os usuários desde o final de 2014. O que a empresa espera com isso? Que os usuários dos aparelhos que não atualizaram comprem aparelhos mais recentes? Bem duvidoso. É mais provável que eles percam a paciência de vez e partam para outras plataformas.

É, parece que a Microsoft está se torando o que mais temia: o Android das atualizações. O Windows Phone está mais fragmentado do que nunca e muitos usuário do Windows Phone estão mais insatisfeitos do que nunca. A Microsoft não deveria ter prometido que atualizaria todos os Windows Phone 8.1.