Conceito: Magic UX é uma das coisas mais interessante que surgiu em meses - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

13 de novembro de 2018

Conceito: Magic UX é uma das coisas mais interessante que surgiu em meses


A realidade aumentada se tornou algo comum de ser usado. Aqui no blog em janeiro de 2017 foi anunciado o app da Faber-Castell que transformava lápis coloridos em animais da fauna brasileira. Tentando incorporar o uso da realidade aumentada no dia a dia, a Special Projects criou a Magic UX, um dos projetos mais interessantes do ano. No vídeo, que você pode conferir ao longo da matéria, a ideia é simples: facilitar o uso da multitarefa no smartphone.

Como é explicado no vídeo, a multitarefa no mundo físico não é difícil. Por exemplo: você está sentado em frente à uma mesa e está com uma caneta na mão pronto para escrever um texto. Basta pegar a caneta e começar a escrever. Caso deseja fazer algum cálculo na calculadora enquanto escreve, basta manter a caneta na mão, sem problemas.

Atividade simples que não é replicada no smartphone. Com várias abas, às vezes é necessário fazer vários movimentos com o dedão para sair de um app, e entrar em outro, principalmente quando se deseja copiar a foto de um site e colocar em um e-mail por exemplo. A atividade se torna ainda mais difícil se vários apps estão abertos. A intenção da Magic UX é eliminar esses movimentos e criar algo bem simples.


A ideia é usar tecnologias já existentes em smartphones de ponta para "fixar" aplicativos em um determinado ponto no espaço, da mesma forma que se coloca um caderno em um canto, calendário em outro e post-its em outro lugar. O Magic UX permite fixar seus aplicativos em espaços dedicados e, a partir do momento que você move seu telefone, o aplicativo fica em segundo campo. 

É interessante pois isso abre uma série de possibilidades como a de colocar apps em um plano literal e simplesmente alterar eles de ordem assim que o telefone é deslocado de lugar. 


Segundo o site BGR, a Special Projects disse que a solução já foi patenteada e que a empresa está em conversa com uma série de empresas para licenciar a tecnologia. Como nenhuma empresa foi citada e muito menos um prazo foi dado, por enquanto essa solução permanece sendo um conceito. Fica a expectativa de que ela ganhe a luz do dia o mais rápido possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário