Microsoft abdicar de patentes para proteger Linux foi um movimento histórico - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

11 de outubro de 2018

Microsoft abdicar de patentes para proteger Linux foi um movimento histórico


A Microsoft anunciou ontem (10) a renúncia de 60 mil patentes para a entrada da empresa no Open Invention Network (OIN). Com o acordo, a empresa abdica dos US$3,5 bilhões que ganhava com as patentes referentes ao sistema Android e vai compartilhar grande parte do seu espólio com a comunidade de código aberto. Além disso a empresa também deve ter acesso a todas as patentes disponíveis no OIN.

O anúncio desse movimento de maior abertura para a comunidade de código aberto pode ser considerado histórico, pois ele é completamente contrário à postura combativa que a Microsoft tinha anos atrás.

Em 2006, por exemplo, o então CEO da Microsoft, Steve Ballmer, travava uma batalha contra a comunidade open-source. Na época, deu declarações afirmando que o Linux usava propriedade intelectual da empresa, levantando a possibilidade de processar tanto empresas quanto usuários pelo suposto uso indevido do sistema operacional.

Não só esse como vários outros ataques ao Linux se sucederam nos anos em que Steve Ballmer esteve à frente da Microsoft, o que mudou completamente quando Satya Nadella assumiu o controle da empresa. A Microsoft percebeu que lucrar com patentes e a venda direta de sistema não é o que se espera para o futuro da computação e passou a vender serviços. 

Disponibilizando um espólio de patentes tão grande e tendo acesso a tantos outros, mostra que a empresa percebeu que a postura combativa não fará parte do futuro. O sucesso de sistemas abertos como o Android é a tendência para os próximos anos e a empresa já faz parte desse futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário