Entenda por que uma empresa britânica vai lançar um smartphone com Windows 10 Mobile - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

4 de dezembro de 2017

Entenda por que uma empresa britânica vai lançar um smartphone com Windows 10 Mobile


Como grande entusiasta e fã do Windows 10 Mobile, foi difícil me despedir do sistema quando a Microsoft oficialmente anunciou seu fim em outubro, como você pode conferir nessa matéria escrita na época. Mesmo com esse abandono uma empresa britânica vem chamando a atenção dos que não esperavam por mais novidades para a plataforma.

Uma empresa britânica chamada Wileyfox anunciou na IFA 2017 que iria lançar um smartphone com Windows 10 Mobile. O motivo? Segurança. Segundo ela a plataforma mobile da Microsoft é a mais segura, o que atrai os olhos de empresas que não querem gastar tanto na compra de um iPhone para os seus funcionários, por exemplo. 

Tendo os pilares preço e segurança esse anúncio foi feito em agosto, dois meses antes do fim oficial do Windows 10 Mobile. Levando em consideração a péssima comunicação feita pela Microsoft em relação ao Windows 10 Mobile, a empresa muito provavelmente não sabia que a plataforma teria um fim pouco tempo depois.

Mas, se vendo em um cenário de nenhuma concorrência, a Wileyfox muito provavelmente resolveu insistir no lançamento do seu smartphone já que a Microsoft garante atualizações de segurança até 2019, ou seja, o pilar da segurança continuaria ali.

Como nem tudo são flores, a Wileyfox resolveu adiar o lançamento do smartphone que estava previsto para sair hoje, dia 4, para o dia 18. Um dos palpites do Windows Central é o de que talvez a empresa esteja tendo uma demanda baixíssima, o que está fazendo com que ela adie o lançamento para aguardar mais pedidos na pré-venda. Além disso, a proximidade com o Natal poderia fazer aumentar os pedidos para o aparelho.

Resta saber como a Wileyfox vai conseguir lidar com essa adversidade. Afinal, ela está tentando vender um smartphone de £189.99 baseado única e exclusivamente na segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário