Se lembra dele? Maior destaque de 2013, Lumia 1020 foi esquecido e abandonado pela Microsoft - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

24 de janeiro de 2017

Se lembra dele? Maior destaque de 2013, Lumia 1020 foi esquecido e abandonado pela Microsoft


A série "Os Esquecidos" está de volta das férias! Para quem não conhece, essa série é uma edição semanal no blog que tem como objetivo mostrar a trajetória rumo ao esquecimento que certos dispositivos tecnológicos tiveram. Se antes eles viveram um momento de glória e atenção, hoje eles estão esquecidos e abandonados pelas empresas que os fizeram.

Alguns dispositivos já passaram por aqui, como o Google Glass e o Galaxy Beam, não deixe de conferir (e lembrar) esses aparelhos!



Essa semana temos o Nokia Lumia 1020 que foi considerado o melhor cameraphone já criado. Com um poderoso conjunto de lentes, o aparelho chamou a atenção do mercado e foi símbolo da era de ouro do Windows Phone.

O grande lançamento
Ainda sob as rédeas da Nokia, o Lumia 1020 foi oficialmente lançado no dia 11 de julho de 2013. Com uma câmera avantajada o aparelho se destacava por deixar várias câmeras semi-profissionais comendo poeira e pela extensa gama de softwares de edição.

Considerado, também, o grande representante da era de ouro do Windows Phone, o Lumia 1020, muitas vezes, recebia mais destaque que o real top de linha da empresa, o Lumia 920.

Só para se ter uma ideia dos elogios que o Lumia 1020 recebeu, na CES 2014, o aparelho foi indicado ao prêmio de Diginal Imaging que costumava ser dado para câmeras digitais e filmadoras, por reconhecimento na inovação e design do dispositivo.

E a divulgação? Bem, ela foi pesada. Nos veículos de mídia tivemos a veiculação que destacava o zoom óptico de 3x que o aparelho possuía. Nos shoppings espalhados pelos Brasil e no mundo a Nokia colocou balões para mostrar que, mesmo distante, o aparelho tinha a capacidade de capturar os mínimos detalhes da imagem.

Ação feita pela empresa no shopping Eldorado, em São Paulo. Fonte: PopMark

Especificações técnicas do Nokia Lumia 1020:

  • Tela: 4.5 polegadas AMOLED com 332 ppi (768x1280 pixels) com  PureMotion HD+ e ClearBlack
  • Sistema: Windows Phone 8
  • Processador: Qualcomm MSM8960 Snapdragon S4 Plus Dual-core 1.5 GHz Krait
  • GPU: Adreno 225
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 32 GB
  • Câmera traseira: 41 MP com a tecnologia PureView, f/2.2 ,Carl Zeiss Optics, OIS, manual/auto focus, Xenon & LED flash, zoom manual de 4x ou 6x e grava vídeos em FULL HD 1080P a 30fps
  • Câmera frontal: 1.2, grava vídeos em 720p a 30fps
  • Bateria: 2000 mAh/ mais de 384 horas em stand-by
  • Peso: 158g
  • Extras: + Acelerômetro, Giroscópio, A-GPS com Glonas, Wi-fi, 4G (LTE), Entrada para fone de ouvido de 3.5mm, entrada Micro-USB 2.0, Bluetooth 3.1

Acreditava--se, então, que o aparelho conseguiria dar visibilidade aos Lumias e, com isso, daria mais chances à Nokia de se reerguer no mercado. Mas, os executivos da empresa veriam, meses depois, que as suas previsões estavam completamente erradas.

Turbulência
Pouco mais de 2 meses após o anúncio do Lumia 1020, Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft e Stephen Elop, ex-diretor executivo da Nokia, anunciaram a venda da divisão mobile da Nokia para a gigante Microsoft por R$17 bilhões.

O acordo, muito celebrado na época, pretendia estender e fortalecer a Nokia no mercado de smartphones. Além disso, a Microsoft ficaria responsável pela linha Asha que, celulares básicos que carregavam um sistema mais básico e que tinham como foco uma faixa de extremo baixo custo.

Com o passar do tempo, atualizações dos aparelhos foram lançadas como os Lumias 530, 630, 730, 830. Mas, e o Lumia 1020? Passaram-se anos e diversas especulações foram feitas sobre um possível Lumia 1030.

O nome Nokia Lumia, saiu e o Microsoft Lumia deu lugar, mas nada de um novo Lumia 1030. A última notícia que se tem é de julho de 2015, no qual o famoso twitter @evleaks afirmou que a Microsoft havia desistido do projeto de um sucessor para o Lumia 1020.

Conceito do Lumia 1030.

Abandono
Mesmo com o não lançamento de um sucessor, esperava-se que a Microsoft mantivesse o suporte para o produto, afinal, ele possui um hardware bom que possibilita isso. Mas, os usuários do Lumia 1020 receberam uma notícia triste: o aparelho não teria suporte oficial para o Windows 10 Mobile, ficando no Windows Phone 8.1.

A decisão, na época não foi compreendida, principalmente porque aparelhos muito mais simples como o Lumia 435 haviam recebido a atualização para o novo e último sistema da Microsoft. Mesmo com petições e muito barulho nas redes sociais a gigante de Redmont não mudou de ideia e se manteve firme em sua decisão.

O abandono do Lumia 1020 pode ser visto em outros modelos da era de ouro do Windows Phone, como o próprio Lumia 920, aparelho que, junto com o cameraphone, fez com que muitos se interessassem pela plataforma.

Além de deixar uma impressão negativa, a Microsoft, acabou com qualquer possibilidade de futuros usuários se interessarem pela plataforma, afinal, os consumidores não vão confiar em uma marca que anuncia que todos os aparelhos com Windows Phone 8.1 serão atualizados para o Windows 10 e depois volta atrás.

O Lumia 1020 é o símbolo do que a linha Lumia poderia ter sido. Com mais investimento e atenção para os usuários, o Windows Phone/Mobile poderia ter se consolidado como a terceira maior plataforma, mas acabou fadado ao fracasso.