Desligamento do Supercomputador deixa mais claro ainda que o Brasil não tem educação como prioridade - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

22 de junho de 2016

Desligamento do Supercomputador deixa mais claro ainda que o Brasil não tem educação como prioridade

Que a crise brasileira afeita todos os setores que dependem direta ou indiretamente do dinheiro da União, isso não é novidade, mas o que surpreendeu hoje foi a notícia divulgada de que o supercomputador mais poderoso da América Latina corre o risco de ter que ser desligado por causa da conta de luz pegou muitos de surpresa.

Considerado um dos mais importantes computadores do Brasil e responsável por processar dados importantes como o mapeamento do vírus da Zika, o supercomputador localizado no município de Petrópolis no Rio de Janeiro, não consegue mais ter a sua conta de luz bancada. O valor? 500 mil reais.

Mas, o que mais me impressiona nisso tudo é que, apesar de faltar dinheiro para o investimentos importantes, como nesse caso, a pesquisa, deputados federais sugerem aumento 41% em seus respectivos salários que, como já é de conhecimento geral, são bem altos.

Afinal, por que falta dinheiro para pagar a conta de luz de um dos equipamentos mais importantes do Brasil, mas ainda cogita-se a ideia de aumento salarial para os excelentíssimos deputados? É, então parece que o dinheiro existe, mas é aplicado onde apenas prevalecem os interesses de alguns.

Se no cotidiano já é perceptível, é em momentos de crise que percebemos quem é a prioridade e o que costuma ser deixado de lado. Uma pena que um supercomputador que, já não é usado no total esteja entregue a depender se o governo federal vai pagar a luz. Lamentável.

Fonte: Gizmodo Brasil