As empresas devem agradar aos consumidores ou investidores? - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

17 de julho de 2013

As empresas devem agradar aos consumidores ou investidores?


É muito comum ver frases em sites de notícia do tipo:

"Investidores não estão satisfeitos com lucro da Samsung"
"Investidores estão preocupados com falta de inovação da Apple"
"Investidores, insatisfeitos, sugerem que Nokia adote Android"

Mesmo com a insatisfação dos investidores, grande parte dos consumidores e fãs das marcas citadas acima estão se agradando com as novidades. Mas os investidores continuam insatisfeito, aí surge a dúvida: o melhor a se fazer é agradar os consumidores ou os investidores?

Quem sustenta a empresa é o consumidor ou investidor?
Entre os item citados na pergunta acima, sem sombra de dúvida o que sustenta uma empresa são os consumidores e fãs da marca. Por mais que o investidor movimente e injete capital em uma empresa ele não exerce um papel mais importante que um comprador e uma pessoa que admira e compra produtos de uma empresa.

Do que adiantaria uma empresa cheia de investidores se não fossem os fãs de uma marca que compram  o produto da sua amada companhia, mesmo que ele não seja tão bom assim ou que a troca do antigo aparelho não fosse tão necessária.

Vamos a um ótimo exemplo: os fãs da Apple são considerados um dos fãs mais fanáticos por uma empresa de tecnologia. Sempre no lançamento de um novo iPhone ou iPad eles formam filas várias horas antes para ser um dos primeiros compradores do produto da maça. São pessoas como estas que sustentando o respeito e adimiração da Apple perante ao mercado. Não temos certeza de como será o novo iPhone, por exemplo, mas sabemos que no dia do lançamento será formada uma fila gigantesca de fãs que estão ansioso para ser um dos primeiros a experimentar o novo iGadget.

O primeiro consumidor a comprar o iPhone 5 em São Paulo, para isso ele teve que  chegar várias horas antes do lançamento do aparelho.

O "meio termo" entre os dois é o ideal
Como eu já disse acima, os consumidores exercem um papel mais importante na sobrevida de uma empresa do que os investidores. Mas é claro que é interessante conseguir  um meio termo entre os dois lados, onde agrada-se o consumidor e também o investidor.

Fazer pesquisas de mercado e perguntar aos consumidores o que estão achando dos aparelho da empresa é importante, assim como perguntar aos investidores sobre as perspectivas futuras da companhia.

É claro que tem que se tomar cuidado com o que escuta dos investidores já que muitas das vezes a vontade de lucrar com a empresa acaba fazendo com que as pessoas que investem na empresa peçam para a companhia tomar decisões não tão boas assim, como o caso da Nokia adotar Android.

Um exemplo de empresa que faz o contrário é a Apple que agrada primeiro os consumidores, que acabam comprando os seus produtos e que com isso consegue lucro o suficiente para deixar os investidores felizes.

E então, o que você acham? As empresas devem agradar os consumidores ou investidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário