Opinião: se o design do iPhone 11 Max Pro é ruim, pior é se outras empresas copiarem - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

20 de setembro de 2019

Opinião: se o design do iPhone 11 Max Pro é ruim, pior é se outras empresas copiarem


Tradicionalmente a Apple anunciou a chegada dos novos iPhones em setembro, mais específico no último dia 10. Os novos smartphones da empresa chegam com um objetivo claro de focar ainda mais na produção de conteúdo através das novas câmeras. Elas contarão com suporte do novo processador A13 Bionic que implementará toda a inteligência artificial das imagens capturadas.

Mas o que realmente chamou a atenção e foi motivo de memes e piadas na última semana foi o tamanho exorbitante das lentes no iPhone 11 Pro. Elas são realmente gigantes e traz dois questionamentos em relação a isso. O primeiro é o de que mostra que a empresa de fato não está ligando mais para a aparência dos seus aparelhos. E o segundo é o de apostar ainda mais na fidelidade dos usuários para as vendas nas próximas gerações de iPhones, que devem seguir a mesma ideia de design.

Enquanto é possível notar que na Samsung, Huawei e Xiaomi, por exemplo, existe um esforço  grande a cada lançamento pra diminuir o notch e adicionar mais câmeras sem causar grande impacto, a Apple faz o oposto: não altera nada no notch e coloca três câmeras que se assemelham muito com bocas de fogão ou um barbeador.

Se na semana passada o debate foi em relação a uma mudança de design, o mesmo aconteceu com o notch gigantesco em 2017. O que isso significa? A Apple a cada lançamento cria uma licença para qualquer bizarrice que ela quiser colocar na aparência dos aparelhos. Afinal, mesmo vendendo apenas 18% dos aparelhos no mundo, a Apple detém 92% de todas as receitas com smartphones, o que ainda deixa a empresa de Cupertino numa posição favorável para fazer o que quiser com seus aparelhos.

O único apelo que fica é o de as outras empresas como Xiaomi, Huawei e Samsung não adotem práticas parecidas, será um grande favor para aqueles que ainda desejam ter o poder de escolha fora do que a Apple vem pensando nos smartphones.

Nenhum comentário:

Postar um comentário