Google é ótima fazendo smartphones mas é péssima em vender eles - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

28 de fevereiro de 2018

Google é ótima fazendo smartphones mas é péssima em vender eles


Os smartphones Pixel 2 e Pixel 2 XL chamaram muito a atenção do mercado e dos consumidores no segundo semestre do ano passado. Seja pelas câmeras ou pelo design diferenciado ou até mesmo para as atualizações garantidas até 2020 a Google recebeu elogios pelo ótimo trabalho feito com os aparelhos.

Completando um ano da aquisição de parte da HTC e com todos esses elogios, seria natural que a empresa tivesse só a comemorar, mas não é o que está acontecendo. Segundo um relatório feito pelo IDC e divulgado pelo site ArsTecnica, a Google vendeu apenas 3.9 milhões de smartphone em um ano. Apenas para comparação, a Apple vendeu 4.15 milhões de smartphones em uma semana. Mas, vale destacar um detalhe importante: os smartphones da Google estão disponíveis de seis a oito países enquanto os iPhones estão presentes em 70 países.

Além dos problemas em disponibilizar os aparelhos, a empresa ainda lida com outra falha grave: o estoque. Apenas cinco meses depois do lançamento do Google Pixel 1, a empresa simplesmente removeu o produto da Google Store. Esses problemas aparentemente foram superados no Google Pixel 2 que vem mantendo um estoque constante para atender a demanda.

Por último, um problema que incomoda muito potenciais compradores do Pixel. Enquanto as rivais já contam com uma larga presença com lojas autorizadas e próprias - a Apple possui 499 em 22 países - a Google ainda tem falhas graves nesse sentido já que o suporte é todo feito online, dificultando que usuário tenha a possibilidade de usar o smartphone em lojas físicas.

É claro que a Google está apenas começando nesse mercado, mas com a aquisição da HTC e todo o poderio que a empresa possui, essas questões tem que ser resolvidas o mais rápido possível. É quase um consenso que os Pixel são um dos senão os melhores smartphones com Android que você pode comprar e passar anos utilizando, mas do que adianta fazer produtos tão bons se tão poucas pessoas podem comprar e experimentar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário