Lenovo abandona filosofia de atualizações constantes e apenas uma grande versão do Android será lançada por aparelho - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

19 de setembro de 2017

Lenovo abandona filosofia de atualizações constantes e apenas uma grande versão do Android será lançada por aparelho


O drama vivido pelos usuários da família Moto G4 nas duas últimas semanas movimentou grupos e sites de tecnologia. Isso porque, segundo amplamente divulgado pela Lenovo no lançamento dos smartphones da linha, ele teria atualização garantida tanto para o Android Nougat quanto para o Oreo. 

Apesar de tentar esconder pistas da promessa feita no site, a empresa se esqueceu que escreveu isso também nas caixas dos aparelhos, o que poderia acarretar em dezenas de ações na justiça de propaganda enganosa feita pela Lenovo/Motorola. Por fim, a empresa acabou se vendo obrigada a atualizar o Moto G4 Plus para o Android O para evitar mais prejuízos.

Mas, segundo podemos perceber em uma postagem feita no blog oficial da Motorola, os usuários de smartphones mais atuais da empresa como a linha Moto G5 e G5s não devem esperar atualizações por tempo prolongado, isso porque a partir de agora a filosofia da empresa é a de fazer apenas uma grande atualização por aparelho.

Desde que publicamos este post, percebemos que erramos em nossos materiais de marketing em relação à atualização do Android O para o Moto G4 Plus. É nossa prática para a família Moto fornecer uma grande atualização do sistema operacional por dispositivo, portanto, ele não foi originalmente planejado para o Android O. Mas é importante para nós mantermos nossas promessas, então, além da atualização N, o Moto G4 Plus vai receber o Android O. Como esta é uma atualização não planejada, levará algum tempo para se encaixar na nossa agenda. Vamos atualizar nossa página de updates de software quando tivermos mais informações. 
 Ao contrário da normalidade que tenta transparecer essa não era a prática da Motorola a pouco tempo atrás. No ano passado, quando questionada do motivo do Moto G3 não ter recebido atualização para o Android 7.0, a Lenovo se limitou a dizer que não existe um padrão para determinar quantas atualizações cada aparelho receberá. Agora, ao menos, ela anunciou oficialmente essa política decepcionante.

Vale lembrar que na época em que a Google ainda comandava a Motorola, o Moto G2 foi lançado com Android 4.4.4 e recebeu duas grandes atualizações até o Android 6.0. A política de muitas atualizações era um dos grandes atrativos da Motorola, o que a Lenovo conseguiu destruir aos poucos.

Com a iminente chegada da Nokia no Brasil, que tem se destacado por atualizar seus aparelhos antes mesmo dos smartphones da Google, não será estranho se notarmos uma debandada em massa para os smartphones da finlandesa. Talvez, só com isso a Lenovo reveja suas decisões.