Graduação em Digital Influencer aberta em faculdade no Recife não faz muito sentido - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

22 de agosto de 2017

Graduação em Digital Influencer aberta em faculdade no Recife não faz muito sentido


Há pouco tempo, o termo "Digital Influencer" surgiu e nominou uma categoria que engloba todos aqueles que vivem da influência que causa na vida das pessoas. Seja postando vídeos de opinião ou narrando algo, essa profissão se tornou cada vez mais procurada principalmente com as rápidas chances de ascensão.

Tentando atender esse mercado, a universidade particular UNIBRA resolveu criar um bacharelado de 2 anos para que os interessados em se tornar Digital Influencer possam adquirir os conhecimentos necessários para iniciar a carreira.

No site da Unibra (antes chamada de faculdade IBGM), instituição localizada em Recife, temos a seguinte descrição do curso: "Transformação e firmação para o profissional. Criando um caminho mais rápido para desenvolver  conteúdos verdadeiros e empreendedores de sucesso que são completamente dedicados a aprender as melhores práticas, resultando em redes sociais excepcionais assim gerando Benefícios". O curso começará a ser lecionado em janeiro de 2018.

Ou seja, aparentemente a intenção do curso é basicamente despertar o interesse empreendedor como Digital Influencer, bem como ensinar a mexer no Photoshop ou Premiere, mas, afinal de contas, são realmente precisos 2 anos para que esse espírito seja estimulado? O que exatamente esse tipo de curso oferece a alguém que ser se tornar Youtuber? Algumas aulas de "coaching" e Facebook? Isso não poderia ser dado em um curso rápido com muito menos tempo?

As ferramentas usadas para divulgação podem ser facilmente aprendidas em um vídeo rápido no próprio Youtube, isso sem contar com as dicas que encontramos também na plataforma de vídeos para tentar bombar o seu canal.

Em outras partes da descrição da vaga há uma tentativa de explicar a utilidade de curso, mostrando que o graduado poderá atuar em diversas áreas, mas, sendo a profissão de Digital Influencer algo tão autônomo e novo, dificilmente o diploma poderá ser usado para trabalhar em um agência de marketing, principalmente pela vagueza da graduação oferecida.

O que muito provavelmente pode acontecer, é, quando formado, o Digital Influencer tenha domínio raso em várias áreas tendo pouca profundidade em cada uma delas.

Se você deseja se arriscar nesse disputado mundo dos influenciadores digitais é muito mais recomendado que você assista vídeos tutoriais de Premiere, pegue uma câmera e tente a sorte. Dificilmente essa graduação deve fazer diferença para o sucesso ou não da sua carreira já que chegar ao estrelado é tão difícil quanto ganhar na loteria.


Fonte: Infomoney e Unibra
Via: Tecmundo