Aprenda dicas para proteger seu smartphone dos ladrões e veja se vale à pena fazer seguro - Tecno Explore

Novidades

Home Top Ad

Post Top Ad

Microsoft

27 de junho de 2014

Aprenda dicas para proteger seu smartphone dos ladrões e veja se vale à pena fazer seguro

Os smartphones são atualmente um dos maiores alvos dos ladrões, para isso, veja a matéria sobre se vale à pena fazer ou não seguro para o seu smartphone e também confira dicas para evitar o roubo do seu aparelho.

A procura pelo seguro para celular vem aumentando anualmente. Somente em 2013, a venda de apólices cresceu 75% no Grupo BB E MAPFRE, em relação ao ano anterior. O seguro para celulares tem por objetivo repor ou ressarcir o dono do aparelho em caso de roubo e furto.

Apesar da proteção garantida nesses casos, os consumidores ainda têm dúvidas sobre quais situações estão inclusas na apólice e quando a contratação é vantajosa.

O seguro só ressarce o consumidor em casos de roubo e/ou furto qualificado, quando ocorre abordagem ameaçadora de bandidos (coação) e arrombamento de carros ou do local (residências, empresas etc.), respectivamente. Os casos de furto simples, quando o aparelho é levado sem que o dono perceba, não são cobertos pela apólice.

Além disso, a apólice cobre até 75% do valor que consta na nota fiscal do celular. Portanto, antes de fechar o negócio, faça a conta. Se for um custo difícil de repor, a compra do seguro vale a pena.

Outra informação importante é que problemas no aparelho, como quebra da tela ou descargas elétricas, por exemplo, não são cobertos pelo contrato básico. Para garantir o conserto ou troca do celular, neste casos, é preciso incluir no contrato as demais coberturas que são oferecidas, como o dano acidental e elétrico.

O que fazer quando o celular é roubado?
Se o seu aparelho for levado, o primeiro passo é entrar em contato com a operadora de telefonia para comunicar o ocorrido e solicitar o bloqueio do aparelho. Em seguida, é fundamental a realização de um Boletim de Ocorrência para a comunicação do crime.

O acionamento da seguradora deve ser a terceira providência do dono do aparelho sinistrado. Para acionar a apólice de Roubo e Furto Qualificado de celular, o cliente deve enviar para a seguradora uma cópia do RG, CPF e comprovante de residência, uma cópia autenticada da Nota Fiscal do aparelho e do B.O. e uma declaração do segurado descrevendo como aconteceu o roubo/furto.

Lembre-se, em caso de abordagem (roubo), jamais resista e entregue seu aparelho, afinal o dinheiro perdido se recupera, ainda mais se tiver um seguro.

Atualmente existem rastreadores de smartphones em todos os sistemas

Dicas de segurança
Além do prejuízo material (alguns aparelhos podem custar mais de R$2 mil), existe também o risco da exposição da vida pessoal, por meio de fotos e outros arquivos armazenados no smartphone. Se engana quem pensa que só os celulares de última geração correm esse tipo de risco. De uma forma geral, estão mais sujeitos os aparelhos que estiverem mais vulneráveis e expostos ao riscos. Diante desse cenário, seguem algumas dicas de como evitar o roubos e furto de celulares e também como proteger sua vida digital:

· Atenção com bolsas e mochilas: um simples descuido em locais públicos e ladrões habilidosos agem abrindo bolsas e mochilas e roubando seus pertences. Uma forma de evitar o furto do celular é sempre guardar o aparelho no interior da mochila, evitando guardar nos compartimentos e bolsos externos;

· Procure evitar falar ou digitar no telefone enquanto estiver na rua. Se realmente precisar fazer ligações em lugares públicos e abertos, procure usar um fone de ouvido com microfone para evitar a exposição direta do aparelho;


· Redobre a atenção ao usar o celular à noite em lugares desertos e com aglomeração de pessoas. Além de deixar mais vulnerável, ao falar ao celular, a pessoa tende a ficar mais distraída e o ladrão pode se aproveitar do momento para roubar o aparelho. Se precisar falar com alguém na rua, entre em uma lanchonete, loja ou em qualquer outro estabelecimento comercial. Se a rua estiver muito movimentada, pare, encoste em uma parede e mantenha a atenção no movimento de pessoas. O ladrão perceberá que você está "ligado" e procurará uma vítima mais fácil. Se você estiver dentro do carro estacionado, feche os vidros, deixe o celular abaixo da linha da janela e use o viva-voz

· Mantenha sempre o cuidado e procure não deixar o telefone sobre a mesa do restaurante ou no bolso do paletó enquanto for se servir ou for ao toalete. Por mais que existam outras pessoas conhecidas junto com você na mesa, os ladrões utilizam técnicas de distração para criar a oportunidade e furtar os aparelhos. Ao sair da mesa, sempre leve o telefone com você.


· Não deixe o celular à mostra no veículo estacionado. Algumas vezes não precisamos desses equipamentos conosco e deixamos no veiculo, por exemplo, para praticar esporte, ir à praia etc. Nesses casos, importante guardar o aparelho em um compartimento que não seja visível. São muitas as motivações de um ladrão e às vezes deixar a aparelho a mostra é o estímulo que falta para desencadear a ação do criminoso;

· Soluções tecnológicas: Proteja seu aparelho com os chamados sistemas “antirroubo”. Atualmente, as principais empresas de segurança digital e operadoras de telefonia fornecem esse tipo de serviço que possui uma série de funcionalidades importantes para proteger seu celular e suas informações em caso de perda, furto ou roubo.

E então, gostou das dicas? Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte: assessoria de imprensa do Grupo Segurador Banco do Brasil e MapFree

Nenhum comentário:

Postar um comentário